Cultura

Mimesis 2022: Peça "Os Dados Estão Lançados" é apresentada na FPCEUC

O grupo de Expressão Dramática da FPCEUC InterDito apresenta a peça no domingo, 15 de maio, pelas 15 horas.

12 may, 2022≈ 2 min read

© DR

O que o teatro e a intervenção psicológica têm em comum? "Muitas coisas, mas principalmente serem ferramentas de transformação e desenvolvimento [humano]", responde Margarida Pedroso de Lima, docente da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC). E a importância do "questionamento existencialista neste momento histórico que vivemos" é o mote para a peça “Os Dados estão Lançados”.

O evento de estreia da 3.ª edição do Ciclo de Teatro e Artes Performativas Mimesis promete um teatro "com pouco adereços, numa sala de aula, e que é um trabalho na pessoa do ator" e é, ao mesmo tempo, "teatro interventivo, que coloca o público a pensar e contribuir para uma mudança social". É assim o InterDito - Grupo de Expressão Dramática da FPCEUC.

"Os Dados estão Lançados" é uma peça baseada na obra de Jean-Paul Sartre sobre a temática existencial, "porque devido à pandemia muitos alunos se questionaram, lidaram com muita frustração e ansiedade", revela a docente.

A peça tem estreia marcada para 15 de maio, pelas 15 horas na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

InterDito - Grupo de Expressão Dramática da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da UC


O InterDito é o grupo de expressão dramática da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação (FPCE) da Universidade de Coimbra. Embora composto maioritariamente por alunos desta faculdade é, no entanto, um grupo aberto a outras pessoas (de diferentes idades e formações) que partilhem a mesma missão de aprofundar a relação entre o Teatro e a Psicologia/ Educação/Intervenção Social e compreender/investigar/aplicar as ferramentas de formação de ator ao seu próprio desenvolvimento e aos dos demais. A formação académica deixa de lado alguns aspectos que são fundamentais para a formação da pessoa e para a vivência de uma vida mais plena e que são trabalhados nos ensaios.

O projecto InterDito assume-se assim (in)formalmente como um laboratório de autoconhecimento através do encontro e da intervenção social. Para essa formação têm contribuído inúmeros workshops de criatividade, espontaneidade, voz, corpo, dança, improvisação que marcaram de forma decisiva a afirmação e o crescimento do grupo.
O grupo pretende ainda apoiar a faculdade através da dinamização de intervenções psicoeducativas, performances e roleplays/cenas para reflexão a usar em diferentes contextos como aulas, dias comemorativos e congressos.